A gente corre o risco de chorar um pouco quando se deixa cativar. (Antoine de Saint-Exupéry)

Acho que to meio drogada…sério mesmo, eu vou acabar descobrindo que aquele pessoalzin no Planeta Sushi coloca cocaína nos peixes…não é possível, to feliz! hahahahha

Claro que isso super tem a ver com a companhia no sushi, com a terapia feita por lá, e bla bla bla…não estou tirando o crédito de ninguém!

Então…eu estava pensando…eu criei essa imagem antisocial de mim, mas a verdade é que eu gosto das pessoas e gosto que elas gostem de mim. Pqp, quanto verbo!

Eu me importo se alguém não gosta de mim, e fico tensa se alguém me achar um monstro do lago Ness…porque…sabe…eu realmente não quero ser odiada…claro, que as vezes vc não tá nem aí, e é até bom que certa pessoa te odeie, ou que a piriguete do seu namorado queira ver vc morta, ou mesmo que aquele ex sinta tanto a sua falta que fale mal de vc pra Deus e o mundo (se a carapuça servir, vista! hahaha)…enfim, mas numa análise geral, eu realmente prefiro que as pessoas gostem de mim e falem bem.

Quando eu estava no projeto de proteção animal, me falavam que eu era muito séria, muito antipática, que sorria para os que eu conhecia, mas quando ia conhecer pessoas novas eu não dava brechas, nem mesmo para as entrevistas para a Globo. Aí, uma menina me disse uma vez: “Eu entendo por que vc é assim. Eu entendo que você não estava lá por status, nem pra ficar dando entrevistas ou pra ganhar a simpatia das pessoas. Você estava realizando um trabalho sério, e aquelas vidas eram sua responsabilidade. Diferente de muita gente, vc não queria ibope, queria boas famílias pra eles, bons resultados”.

Óbvio que depois disso eu fiquei me sentindo A fodona. Mas, apesar do que ela disse ser verdade, eu nem sou fodona…eu realmente não sou a pessoa mais simpática do planeta, e tenho um problema: Se eu bati o olho em vc e acho que vc não é legal, ou qualquer outra coisa, fodeu. Ou me convence nas atitudes que não é, ou eu não te engulo. Aliás, tinha uma dentro do projeto que eu nunca suportei desde o começo. E no fim, eu estava certa. Ela dizia pros outros que eu era mal comida pelo meu namorado. Isso porque ela era uma mulher de 40 anos, com uma namorido que morava com ela e pegava o carro dela sem pedir, sumia 3, 4 dias seguidos sem dizer nada pra ninguém, não atendia celular, porra nenhuma. E depois voltava, com a maior cara lavada, dizendo que tinha umas coisas pra fazer…hahaahahha, e EU que sou mal comida, né? Mal sabia ela, que se o namorado dela fizesse, o que o meu fazia, ela seria muito mais feliz e perderia menos tempo falando mal dos outros! Bom, analisando o fato de que eu considerava uma psicopata que me deu vários adjetivos (péssimos) durante 1 ano do que eu pensava ser amizade, uma grande amiga, meu sentido aranha não funciona sempre. Mas, nada demais…o que não mata…né?

Enfim…tem pessoas que realmente eu não curto. Mesmo. E normalmente, nem mesmo elas podem mudar isso. Não quer dizer que eu vá ficar falando mal delas. Não mesmo, eu tenho mais o que fazer. Mas tbm, são pessoas que eu não me mexo pra fazer nada…mas eu gosto de gente. Gente de verdade!

Sério, eu gosto de gente. Mas de gente mesmo!

Gente que espirra engraçado, que ri com a mão na barriga, que canta e dança em qualquer lugar. Eu sou meio assim! Aliás, hoje, eu estava dançando sentada no sushi! haiuhauiahuih

Começou uma musiquinha da Ke$ha e eu comecei a dançar, comendo sashimis…hahaha, louca!

Mas é bom ter gente do bem por perto…cara, eu não tropeço e finjo que to correndo (mas adooooro quem faz isso! haha), mas sou a favor de pessoas que saem de pijama na rua, com o cabelo desgrenhado, e aquela babinha seca no canto da boca…aquele cheiro de cama, sabe? Só prefiro que escovem os dentes antes de falar comigo! Mau hálito não é legal! hahahaha

Gosto de gente que não planeja cada passo, que sabe pedir licença, agradecer, pedir desculpas. Aquele tipo de gente que é sincera, mas sabe quando ficar quieta, que respeita a opinião das pessoas, que conversa olhando nos olhos e não olhando em volta. Gente que diz que te ama, que te faz sorrir, que te faz sentir importante, mas que realmente se importa. Que liga pra saber como está o seu filho! Gente que não tem vergonha de ser feliz! Que não tem vergonha de gritar besteiras no meio da rua pra todo mundo ouvir! Gente que chora assistindo filme. Eu sou frouxa e choro até com um comercial de 30 segundos! Sério, isso acontece! hahahaha

Ai, ai, gente, acho que depois da minha terapia de sushi de hoje, eu to me sentindo mais feliz. Me desculparam, o que já me faz sentir menos saco de bosta! haiuhaiauhaiuh

Nhai, nhai…É isso aí…sáparada!

About these ads

~ por vtussand em outubro 8, 2011.

Uma resposta to “A gente corre o risco de chorar um pouco quando se deixa cativar. (Antoine de Saint-Exupéry)”

  1. I make plans, so u dont like me

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 837 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: